Visitem-nos também em: Só-Newz.blogspot.pt [Actualização Diária]

15/04/10

Crón!ca da Semana #3

Há ainda quem me diga «vai» com aqueles olhos doces, cheios de um tudo e de um nada… Mas o meu coração diz-me para ficar, para não ir, para não sair daqui… Talvez este destino seja inconfigurável, seja um poço fundo da nossa imaginação. Mas os nossos amigos dizem-nos «vai» , «vai»… E nós acabamos por ir. Por não ficar, por querer partir e não necessitar de permanecer por nós próprios.

Temos tanto medo do destino, que acabamos numa falésia do mesmo. Mas daquelas falésias que a nossa cegueira não permite ver. No fim, acabamos por cair por longas e fundas cascatas e o nosso caminho está rodeado pela natureza. Somos os românticos que sobraram da vida, aqueles que se entregam ao nada com uma melancolia de um tudo, aqueles que anseiam um infinito e não se adaptam ao real.

Foram os nossos amigos que nos disseram para irmos, para não olharmos para trás e neste momento o nosso coração virou-nos as costas. Como se nós tivéssemos de aprender, que mais vale dar ouvidos ao que é realmente nosso, do que àquilo que não temos a certeza.

Na vida, há poucos AMIGOS mas muitos amigos… Há uma diferença na maneira como o nosso coração conjuga as palavras, com a musicalidade que as cravamos na pele… Um dia talvez consiga definir mas nesse dia, já cá não estarei. Pois só quando se parte, é que deixamos a nossa alma completa de definições...

Só temos de o saber ouvir (ao coração).

Alice Castro em « As pessoas que não são Pessoas.»

0 comentários:

Enviar um comentário