Visitem-nos também em: Só-Newz.blogspot.pt [Actualização Diária]

27/04/11

Barcelona Vence ReaL com 2 Golos de Messi

Terminou mais uma partida, (Meia final-1ªMão) entre duas das maiores equipas de sempre, e entres eles dois dos jogadores mais mediáticos da actualidade, o suspeito é o do costume, Messi (Melhor marcador da presente edição da liga dos campeões) responde com 2 tentos, após o seu principal oponente o ter vencido na Taça do Rei, com este resultado e com a diferença de futebol praticado pelas ambas as equipas...é quase garantido a precensa do Barcelona a final de Wembley dentro de 1 Mês e se assim se confirmar pelo que tudo indica poderá defrontar o M.United que venceu o Schalke04 de Raul


Numa partida marcada por ausências de ambos os lados, o FC Barcelona levou a melhor sobre o Real Madrid CF, por 2-0, na primeira mão das meias-finais da UEFA Champions League, devido à maior pressão que exerceu ao longo do jogo e beneficiando de superioridade numérica na segunda parte.

Lionel Messi, melhor marcador do torneio até ao momento, voltou a ser decisivo, apontando os dois golos dos catalães durante a segunda parte, após uma primeira na qual rarearam as ocasiões de golo.


O primeiro remate da partida aconteceu por intermédio de Xavi Hernández, aos três minutos e de fora da área, para defesa segura de Casillas. Na resposta, Cristiano Ronaldo tentou a sua sorte, mas a bola saiu ao lado. Foi preciso esperar pelos dez minutos para se assistir a uma jogada de perigo, com David Villa a flectir da esquerda para o meio, driblando vários adversários pelo caminho antes de rematar cruzado, muito perto do poste.

Os primeiros 15 minutos ficaram marcados por muitas cautelas. O Barcelona, mesmo privado de elementos fundamentais, manteve-se fiel ao seu estilo de jogo, com muita posse de bola. Já o Real, com um meio-campo reforçado, começou na expectativa e apostou no contra-ataque, com a velocidade de Ángel Di María e Cristiano Ronaldo. Numa jogada de combinação (24'), o Barça voltou a ameaçar, com Messi a servir Xavi, mas o médio atirou para defesa apertada de Iker Casillas.

O Real começou a aparecer mais perto da área "blaugrana", mas só à beira do intervalo dispôs de uma oportunidade clara, com Ronaldo, em zona frontal, a rematar para defesa de recurso de Valdés. Na recarga, Mesut Özil permitiu nova defesa, no entanto o médio-ofensivo estava em fora de-jogo.

Para a segunda parte, José Mourinho fez entrar Emmanuel Adebayor para o lugar de Özil, na tentativa de ter uma referência atacante na área contrária.

No entanto, a nova estratégia de Mourinho sofreu um rude golpe aos 60 minutos, com a expulsão de Pepe após entrada dura sobre Dani Alves. Nos minutos seguintes, o Real tentou criar perigo, com Ronaldo, de cabeça, a atirar por cima da barra (65'). Momentos depois, Villa rematou para excelente defesa de Casillas, que desviou para a cabeça de Pedro Rodríguez, mas este, em desequilíbrio, não acertou na baliza.

Ronaldo continuava a ser um dos mais inconformados e, aos 74 minutos, na marcação de um livre, rematou por cima. Mas dois minutos depois surgiu o golo do Barcelona. Ibrahim Afellay passou por Marcelo na direita e cruzou para Messi, que desviou para o fundo das redes.


Daí até final, a formação "culé" foi guardando a bola, só atacando pela certa. E a segunda grande ocasião chegou aos 86 minutos, quando Messi tabelou com Xavi na zona do círculo central e depois arrancou em direcção à baliza, passando por vários adversários antes de finalizar com um remate rasteiro e já em esforço, sentenciando a partida.

Para a segunda mão, em Camp Nou, aguarda-se uma tarefa muito difícil para o Real dar a volta aos acontecimentos.

0 comentários:

Enviar um comentário